ARTE: Capela Sistina

A Capela Sistina (Figura 1) foi construída entre os anos de 1475 e 1483, durante o pontificado do Papa Sisto IV, fazendo parte atualmente do Palácio Apostólico, residência oficial do Papa na Cidade do Vaticano.


Figura 1 - Fotografia da Capela Sistina
Fonte: Disponível em: <http://www.guiageo-europa.com/vaticano/capela-
sistina.htm>. Acesso em: 25 fev. 2016.

Para tanto, o Papa Sisto IV convocou os mais notáveis artistas italianos da época, provenientes principalmente da cidade de Florença.
Baccio Pontelli foi o autor do projeto arquitetônico e nomes como Perugino, Botticelli, Ghirlandaio, Rosselli, Rafael, Michelangelo, entre outros, foram responsáveis por elaborar as várias obras que compõem a Capela Sistina.
Entre elas, pode-se citar alguns afrescos das paredes:

a) Cenas da vida de Moisés, de Botticelli;
b) Passagem do Mar Vermelho, de Rosselli;
c) Tentação de Cristo e a Purificação do Leproso, de Botticelli;
d) A Última Ceia, de Rosselli.

A parede do altar, por sua vez, apresenta em sua totalidade o afresco conhecido como "O Juízo Final", de Michelangelo. Esta obra é uma representação da Justiça Divina, evidenciando Jesus na parte central, os eleitos por ele subindo ao céu, à sua direita, e os condenados caindo à sua esquerda. Caronte, o barqueiro de Hades, e Minos, um dos antigos reis de Creta, aguardam a chegada dos condenados. Por fim, o afresco ainda mostra anjos tocando trombetas e a ressurreição dos mortos.

Mas a Capela Sistina é conhecida principalmente pelos afrescos do seu teto, feitos por Michelangelo. São várias pinturas, entre elas "Deus separando a luz das trevas", "A criação de Adão" (Figura 2), "O pecado original e a expulsão do paraíso", "O dilúvio universal", entre outras.


Figura 2 - Fotografia do afresco A criação de Adão
Fonte: Disponível em: <http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2010/09/diretor-de-
museus-do-vaticano-mostra-preocupacao-com-a-capela-sistina.html.
Acesso em: 25 fev. 2016.

Adaptado de: CATOLICISMO ROMANO. Disponível em: <http://www.catolicismoromano.
com.br/content/view/290/47/>. Acesso em: 25 fev. 2016.